SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Uma proposta de saraus e os estudos sobre a poprua
maio 15th, 2017 by Magdalves

 

“Um sarau (do latim seranus, através do galego serao) é um evento cultural ou musical realizado geralmente em casa particular onde as pessoas se encontram para se expressarem ou se manifestarem artisticamente”.

Diversos são os tipos de atividade nomeadas Saraus. Seu surgimento é do tempo em que não havia televisão e nem internet e as famílias realizavam reuniões familiares onde se conversava sobre diversos assuntos, onde se lia coletivamente e se discutia opiniões sobre aquilo que estava sendo trazido.

Muitas vezes, o autor de uma poesia, crônica ou livro é convidado a vir expor suas ideias para que elas fossem conhecidas e debatidas. E, mais do que isso, estes momentos eram enriquecidos com música tocada pelos próprios familiares e cantada por muitos.

Estes saraus podiam envolver danças e outras formas de arte e eram sempre momentos agradáveis e ricos na transmissão da cultura. Estes encontros vespertinos traziam concertos, músicas, serestas, cantos e representações de performances artísticas e literárias. O espírito que animava estes momentos era a confraternização entre pessoas que tinham papéis semelhantes na sociedade.

Resumindo, podemos dizer que saraus eram reuniões, geralmente noturnas, onde se compartilhava o convívio social e algumas experiências culturais.

Este tipo de evento era muito comum durante o século XIX, principalmente entre grupos de aristocratas e burgueses.

QUE TIPO DE SARAUS ESTAMOS PROPONDO

Os saraus propostos são eventos culturais onde além de tomar contato com expressões artísticas das pessoas em situação de rua (música, artes plásticas, etc.) será trazido um tema para ser aprofundado e debatido.

 

Segundo um breve levantamento, existem cerca de 40 monografias que foram feitas por profissionais sociais (assistentes sociais, educadores, historiadores) focando as pessoas em situação de rua da cidade de São Paulo.

Os subtemas são os mais variados: idosos, trabalho, religião, convívio, egressos, moradia, saúde, portas de saída da situação de rua, inclusão e exclusão são alguns deles.

 

Por outro lado, algumas pessoas em situação de rua tem trabalhos em artes plásticas, outras escrevem crônicas sob a ótica da vivência em situação de rua ou constituíram grupos de música.

Estes Saraus objetivam propiciar ao público em geral – estudantes, profissionais que atuam com a poprua e outros interessados – o acesso a estudos e à produção destas pessoas em situação de rua.

A previsão inicial é de encontros mensais nos quais será apresentado um tema que será debatido por estudiosos, técnicos dos serviços vinculados à Política para População de rua e as próprias pessoas em situação de rua.

Para estes momentos, serão convidadas pessoas em situação de rua,ou com histórico de passagem pela rua e que animarão estes encontros com suas apresentações. O número ideal de participantes por Sarau é de 15 pessoas.

 

O QUE SE ESPERA DESTES MOMENTOS

Muitas vezes, pessoas em situação de rua são abordadas por acadêmicos que demandam que eles forneçam dados para seus estudos, mas são raras as vezes em que eles recebem uma devolutiva que permita que se apropriem das análises feitas, e mais do que isso, que se posicionem dizendo se concordam ou não com a maneira como estão sendo vistos.

A médio prazo pode-se organizar gravações em vídeo destas reflexões que editadas possam ser disponibilizadas através do youtube.

 


Comments are closed

»  Substance: WordPress   »  Style: Ahren Ahimsa